domingo, 25 de junho de 2017

Fittipaldi volta a vencer e assume a liderança do campeonato na World Series F-V8


No dia em que completa seus 21 anos de idade, Pietro Fittipaldi voltou a vencer na World Series F-V8, na etapa de Aragão, na Espanha.

Aconteceu na corrida 2. Na anterior, o piloto da Lotus até havia largado da pole position, de novo. Porém, acabou abandonando. Mas com o resultado de hoje, também largando da pole, o brasileiro assume a liderança do campeonato.

Só para constar, das 10 sessões classificatórias que tivemos até aqui, Pietro foi o mais rápido em 8 delas. É um fominha de pole mesmo. Além disso, agora tem 4 vitórias. Foi também quem mais venceu. E subiu ao pódio mais uma outra vez, em 2º.


Página do AutoblogPV8 no Facebook: https://www.facebook.com/Autoblogpv8

Um abraço!

Fórmula 1 2017 - GP do Azerbaijão - Corrida


Eis uma prova que pode ser chamada de Corrida Maluca! Tivemos o quarto vencedor, de uma terceira equipe nesta temporada: discreto nos treinos e largando em 10º, Daniel Ricciardo levou a Red Bull ao topo do pódio no GP do Azerbaijão!

Particularmente, senti isso como uma compensação pelo GP de Mônaco de 2016, onde ele perdeu uma vitória certa por erro da equipe, para Lewis Hamilton, sendo que desta vez, o troféu estava nas mãos do inglês, que o perdeu por culpa da Mercedes. Ambas as situações em circuitos de rua.


Em 2º lugar, ficou Valtteri Bottas. Grande resultado do finlandês, que chegou a andar entre os últimos, senão em último, por um toque que sofreu na primeira volta, quebrando sua asa dianteira e furando um pneu. E ele conquistou essa posição nos metros finais, quase em cima da linha de chegada, superando... Lance Stroll, da Williams!

Sim! Agora posso dizer que, sobre o canadense: nunca critiquei! Até brinquei às vezes, mas até já o defendi aqui. Foi só ele marcar seus primeiros pontos no GP do Canadá, em casa, que parece ter ganhado confiança. E salvo engano, aos 18 anos e 239 dias, tornou-se o piloto mais jovem a subir ao pódio. E/Ou o novato mais jovem ao fazê-lo.


E apenas completando o top 5, vieram Sebastian Vettel e Hamilton, nesta ordem. O que houve com eles? Bem, como eu disse, foi uma Corrida Maluca. Muitos carros se tocando e por isso, pequenos fragmentos sendo deixados pela pista, o que causou um certo número de pneus furados. Safety car.

Em determinado momento, foi pedido que Hamilton, que liderava, diminuísse seu ritmo para dar espaço ao safety car, o que ele atendeu praticamente fazendo um "brake test", num local nada propócio, apertado e sem área de escape, na saída de uma curva. Primeiro erro. Isso resultou no alemão da Ferrari enchendo a traseira da Flecha Prateada e quebrando sua asa dianteira. Vettel, esquentadinho além da conta como é, surtou, botando seu carro de lado e literalmente jogando-o para cima do inglês. "Ain, mas ele tava de cabeça quente e..." É. Compreensível. Pode acontecer com ele, comigo e com você que está lendo. Mas ainda assim, está errado. E as reações do piloto da Scuderia costumam ser acima da média entre o estresse que os pilotos demonstram.


Enquanto todos andavam acompanhando o safety car, Fernando Alonso sugeriu via rádio, que dessem bandeira vermelha, de tão suja que a pista estava. Os comissários escutaram, e atenderam ao desejo do espanhol.

Quando a corrida voltou ao normal... Lembra que eu disse que a Mercedes errou, como foi com a Red Bull em Mônaco no ano passado? Aquela proteção que fica ao redor do piloto, começou a se soltar do carro de Hamilton e, obviamente, ele teve que ir aos boxes por isso. Segundos depois, Vettel recebeu a punição por comportamento antidesportivo, e engraçado que ainda perguntou o porquê disso.

Vettel conseguiu voltar um pouco à frente, mas teve Hamilton em seu encalço até o fim. Uma bela disputa, diga-se de passagem.

Aí vem os teóricos da conspiração "ai, estão ajudando o Hamilton". Não. Aparentemente nem queriam punir Vettel, para não interferir na luta pelo título. Como houve o imprevisto com o inglês, aproveitaram para deixar as coisas empatadas. E o incidente já estava sendo analisado.


Em 6º, ficou Esteban Ocon, que voltou a se estranhar com Sergio Pérez e dessa vez foi ainda pior, pois se tocaram, causando avarias em ambos os carros da Force India e quase causou o abandono do mexicano ali mesmo, embora isso fosse acontecer mais tarde, coincidentemente também por um problema na fixação do piloto ao cockpit. Porque essa quebra foi logo antes da bandeira vermelha, então o carro pôde ser consertado para voltar a prova.

Quem recebeu esse mesmo benefício foi Kimi Raikkonen, da Ferrari, apesar de que acabou abandonando também, quase ao final da corrida. Aliás, o Iceman precisou disso, pois foi ele que bateu com Bottas, como já mencionei. Ah, esses finlandeses não se dão bem, mesmo...

Devo tirar o chapéu para Kevin Magnussen, que por mim está tendo a sua provação final de que merece estar na Fórmula 1. O sueco chegou em 7º como a Haas, mas chegou a dar esperanças de pódio.

Outra confusão entre pilotos da mesma equipe, foi com os rapazes da Toro Rosso. Carlos Sainz Jr. rodou na primeira volta para não atingir Daniil Kvyat. O russo depois teve que abandonar por problemas em seu carro, mas o espanhol acabou chegando em 8º.


Finalmente, Alonso marcou os primeiros pontinhos para a McLaren-Honda nesta temporada, ao chegar em 9º. Lembrando que isso depois de ter largado lá da... bem, lá daquele lugar.

E fechando a zona de pontuação, mais uma vez, Pacsal Wehrlein deu alegrias para a Sauber, embora esta preferisse que fosse Marcus Ericsson, que terminou em 11º, no lugar do alemão. Ah, e eles se estranharam na pista...


Os últimos colocados dos que sobraram na pista, foi o outro carro de Woking, de Stoffel vandoorne, em 12º, e Romain Grosjean, em 13º pela Haas.

Agora, refutando mais uma coisa: "Era para o Felipe Massa ter vencido essa corrida!"

Olha, poder, poderia. Da mesma forma que poderia ter batido ou ter sido superado. Enfim, qunado tivemos a bandeira vermelha, o brasileiro era o 3º colocado, bem atrás de Vettel e Hamilton, que sabemos que fim tiveram. Logo que foi dada a relargada, sua Williams teve uma quebra numa suspensão ou num amortecedor na traseira, o que causou seu abandono. Atrás dele vinham Ricciardo e Stroll, que foram os primeiros a ultrapassá-lo, da mesma forma que antes ele havia feito belas ultrapassagens na enorme reta principal. Havia, sim, a chance de vitória. Mas honestamente? Acho que seria o 2º, no máximo, pois Ricciardo parecia mais forte, tinha Stroll andando num bom ritmo e Bottas que vinha perseguindo-os, tirando grandes diferenças por volta. O que claro, não deixaria de ser um grande resultado. Gostaria de vê-lo voltando a vencer, ou pelo menos as duas Williams completando o pódio. Mas nem sempre as coisas são como queremos. O próprio Massa disse que achava que daria conta, mas por não poder faz~e-lo, achei muito legal que ele foi dar aquele apoio moral para seu jovem companheiro pelo rádio.

Outros abandonos, vejamos... as duas Renault. Com Jolyon Palmer foi tão no começo, que eu nem vi o que houve. Nico Hulkenberg cometeu um erro bobo, dando com a roda dianteira direita praticamente numa esquina, quebrando a suspensão e logo saindo sozinho por uma área de escape. E Max Verstappen também teve algum problema em sua Red Bull.





Página do AutoblogPV8 no Facebook: https://www.facebook.com/Autoblogpv8

Um abraço!

MotoGP, Moto2 e Moto3 2017 - GP da Holanda


Que espetáculos tivemos hoje na passagem dessas três categorias pelos Países Baixos, ou pela Holanda, enfim, em Assen.

Depois de mais de ano sem vencer, Valentino Rossi voltou a subir ao topo do pódio na MotoGP, numa corrida que foi de tudo, menos tranquila, com praticamente todos do top 5 com chance de vitória.

A pole position foi de Johann Zarco, mostrando porquê a Tech3 Yamaha quis renovar o seu contrato. E o francês liderou boas voltas, até o Doutor aparecer. Porém este não teve sossego contra Danilo Petrucci, com uma Ducati satélite. Seu conterrâneo chegou a tomar a ponta e ter chances reais de alcançar sua primeira vitória até o fim, chegando em 2º por meros 0,063 segundo.

Completando o pódio, mais de 5 segundos atrás, veio Marc Márquez com sua Honda, segurando Cal Crutchlow da equipe cliente LCR e Andrea Dovizioso, da Ducati, que poderia ter emplacado sua terceira vitória consecutiva e ainda saiu de lá líder do campeonato.

E o Zarco? Com a chuva ameaçando dar as caras e pneus ruins, ele foi aos boxes trocar de moto assim que autorizado a fazê-lo. Ah sim, e Maverick Viñales, da Yamaha, que também é importante ressaltar, caiu.


A disputa pela vitória foi ainda mais acirrada na Moto2, que terminou com o triunfo do pole position Franco Morbidelli, recuperando a primeira posição bem no final da prova. O que confirma seu mérito em subir para a Marc VDS da MotoGP.

Se na divisão principal, mas voltas finais a disputa era somente entre dois, aqui, penso que não seja exagero dizer que os cinco ou seis primeiros podiam se sair vitoriosos.

Em 2º lugar ficou o rival do ítalo-brasileiro, Thomas Lüthi e, completando o pódio... seria Mattia Pasini, mas por movimento ilegal sobre Takaaki Nakagami, o japonês herdou o lugar, deixando o italiano em 4º. E se não me falha a memória, pois foram muitas, muitas trocas de posições, todos esses que eu mencionei, chegaram a liderar a prova.

E na Moto3, Arón Canet superou Romano Fenati nos metros finais da última volta, faturando uma incrível vitória.


Página do AutoblogPV8 no Facebook: https://www.facebook.com/Autoblogpv8

Um abraço!

sábado, 24 de junho de 2017

Moto2 2017 - Morbidelli vai para a MotoGP em 2018


Mais uma pole position, liderança do campeonato e um desempenho impressionante e consistente na Moto2. Sinais de maturidade que fizeram com que a Marc VDS visse que Franco Morbidelli está pronto para a MotoGP.

E assim será, no ano que vem, com o ítalo-brasileiro subindo para a divisão da equipe na classe principal da categoria, onde é satélite da Honda. Só não se sabe ainda se no lugar de Tito Rabat ou Jack Miller.

P.S.: queria aproveitar o espaço pra comentar que Johann Zarco, que renovou com a Tech3 Yamaha, cravou sua primeira pole position na MotoGP, na Holanda.

Atualização (25/06): o contrat de Morbidelli é de 2 anos, podendo ser estendido até 2020 e, ao que parece, ocupará a vaga que até então é de Rabat.


Página do AutoblogPV8 no Facebook: https://www.facebook.com/Autoblogpv8

Um abraço!

Fórmula 1 2017 - GP do Azerbaijão - Classificação


Depois de ficar um pouco discreto em todos os treinos livres, Lewis Hamilton passou o rolo compressor sobre a concorrência ao cravar a pole position para o GP do Azerbaijão, sendo o único a fazer sua melhor volta na casa de 1min,40s.

Esta foi a 66ª pole da carreira do tricampeão, tornando-se o 2º maior neste feito, atrás e a apenas 2 poles de Michael Schumacher.

A primeira fila é da Mercedes, com Valtteri Bottas mais de 0,4 segundo menos rápido do que o inglês. Logo na fila de trás, ficaram as Ferrari, com Kimi Raikkonen à frente de Sebastian Vettel. E depois de ser o cara do dia ontem, Max Verstappen completou o top 5 para a Red Bull, com seu companheiro Daniel Ricciardo fechando a zona do Q3.

Entre os rubro-taurinos, ficaram as Force India de Sergio Pérez e Esteban Ocon, respectivamente e, as Williams, de Lance Stroll e Felipe Massa, por incrível que pareça, também nesta ordem.

Os mais rápidos que não saíram do Q2, foram os rapazes da Toro Rosso, sendo que Daniil Kvyat foi mais rápido do que Carlos Sainz Jr. e... bem, acho mais fácil ver a tabela aqui abaixo, né? Ah! E o motor da Renault do Jolyon Palmer explodiu, então nem deu pra marcar tempo.


Página do AutoblogPV8 no Facebook: https://www.facebook.com/Autoblogpv8

Um abraço!
Paulo Vitor

Fórmula 1 2017 - GP do Azerbaijão - 3º Treino Livre


Depois de não ter ficando muito longe da liderança ontem, Valtteri Bottas colocou a Mercedes no topo da última sessão de treinos livres para o GP do Azerbaijão, nas ruas de Baku.

Não foi uma dobradinha das Flechas Prateadas, mas foi finlandesa, porque entre ele e Lewis Hamilton, ficou a Ferrari de Kimi Raikkonen.

Daniel Ricciardo foi o 4º, enquanto Max Verstappen que foi tão bem ontem, em 6º, pela Red Bull. Entre eles e completando o top 5, Esteban Ocon, da Force India, enquanto a de Sergio Pérez fechou o top 10.

Na Williams, Felipe Massa foi o 7º e Lance Stroll, o 9º. Ali no meio dos dois, tivemos a Toro Rosso de Daniil Kvyat.

E na McLaren-Honda, Fernando Alonso que já perderia 15 posições, perderá 40, após trocar mais peças, ou seja, vai largar em último de qualquer jeito, e isso se não sair dos boxes mesmo.


Página do AutoblogPV8 no Facebook: https://www.facebook.com/Autoblogpv8

Um abraço!

sexta-feira, 23 de junho de 2017

FIA Intercontinental Drifting Cup


Já era hora, ou melhor, já tinha passado: a FIA finalmente irá promover uma competição de drift, ou drifting. Irá se chamar FIA Imtercontinental Drifting Cup, como já viram no título. O anúncio foi feito ontem, pelo presidente da entidade, Jean Todt, em Genebra, na Suíça.

O evento será uma copa realizada em apenas um dia, meio que para experimentarem e, se der certo, aí sim, promover mais etapas ao redor do mundo. Acontecerá no próximo dia 30 de setembro em... Tokyo! Onde mais poderia ser, não é mesmo?


Página do AutoblogPV8 no Facebook: https://www.facebook.com/Autoblogpv8

Um abraço!

Fórmula 2 2017 - Seu pai está sorrindo, Charles


Quarta classificação da temporada 2017 da Fórmula 2, e quarta pole position consecutiva para o estreante e líder do campeonato, Charles Leclerc.

Hoje, nas ruas de Baku, onde haverá o GP do Azerbaijão, o pupilo da Ferrari teve um motivo especial para dar o seu melhor. E realmente o fez, pois enficou mais de meio segundo sobre Nobuharu Matsushita, da ART Grand Prix.

Acontece que há três dias, o francês perdeu seu pai, Herve, e, se o Google Tradutor não estiver me enganando, isso escrito na asa traseira de seu carro da Prema, que também está gravado em seu capacete, significa "Eu te amo, papai". E ele deixou de ir ao funeral do pai, para poder correr. O que eu vejo como uma forma de honrá-lo. Creio que como pai, Herve aprovaria, mesmo não o conhecendo.

Sinto muito, Charles. E pode ter certeza que, lá de cima, ao lado de seu grande amigo Jules Bianchi, ambos estão sorrindo e muito orgulhosos de ti, pelo melhor na pista para homenageá-los.

Atualização (24/06): e ele venceu a primeira corrida. :-)

Atualização (25/06): na pista, ele voltou a vencer também na segunda corrida. Mas por exceder a velocidade numa bandeira amarela, foi punido com 10 segundos (um exagero), caindo para 2º. Venceu na pista, e isso é o que mais importa. Herve está orgulhoso, Charles.


Página do AutoblogPV8 no Facebook: https://www.facebook.com/Autoblogpv8

Um abraço!

Fórmula 1 2017 - GP do Azerbaijão - 1º e 2º Treinos Livres


Surpreendente, Max Verstappen é o grande nome desta sexta-feira de Fórmula 1, nos treinos livres para o GP do Azerbaijão. O holandês liderou as duas sessões, sendo que a primeira foi uma dobradinha da Red Bull. Mais tarde, Valtteri Bottas conseguiu colocar a Mercedes entre o líder e Daniel Ricciardo.


Foi incrível os rubro-taurinos terem superado as Flechas Prateadas e a Ferrari e, entre essas duas, não deu para ver muito bem quem está mais próxima dos austríacos, se considerarmos os resultados dos dois treinos. A Force India também dá sinais de que será competitiva nas ruas de Baku, apesar da batida de Sergio Pérez no treino de mais cedo. Aliás, Verstappen que comandou, também encerrou as atividades do dia com um escorregão que enfiou o RB13 #33 no soft wall.

E a McLaren-Honda, mais uma vez, deixou Fernando Alonso pelo caminho, na segunda sessão. Mais do que isso, foi confirmada pela FIA a perda de 15 posições tanto para o espanhol quanto para Stoffel Vandoorne, por trocas de peças além do permitido.


Página do AutoblogPV8 no Facebook: https://www.facebook.com/Autoblogpv8

Um abraço!

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Rapidinhas ( ͡° ͜ʖ ͡°) da IndyCar Series 2017: Wickens na Schmidt-Peterson e Gutiérrez continua na Dale Coyne


Devido a problemas não especificados com a imigração, Mikhail Aleshin não conseguiu sair da França desde que disputou as 24 Horas de Le Mans e, por isso, não conseguirá chegar aos Estados Unidos a tempo dos primeiros treinos livres da IndyCar em Road America.

Sendo assim, sua equipe, a Schmidt Peterson, decidiu chamar o canadense Robert Wickens, que corre pela Mercedes-AMG no DTM e já fez um teste com eles em fevereiro, no circuito de Sebring, E, caso o russo continue tendo complicações, ele deverá assumir o carro pelo restante do final de semana.

E na Dale Coyne, Esteban Gutiérrez continuará substituindo Sébastien Bourdais pelo restante da temporada, deixando mesmo a Formula E, visto que o francês encontra-se impossibilitado de pilotar. Só não sei dizer se irá correr nos ovais, pois da última vez, Tristan Vautier assumiu o volante.


Página do AutoblogPV8 no Facebook: https://www.facebook.com/Autoblogpv8

Um abraço!

Fórmula 1 2017 - Kaltenborn fora da Sauber


Monisha Kaltenborn não é mais chefe de equipe da Sauber, como foi comunicado pela equipe ontem, devido a divergências entre ela e os proprietários, do Longbow Finance.

Sabe-se que o grupo tem preferência por Marcus Ericsson, enquanto Monisha, por mais que não só não tenha prejudicado o sueco, como também contribuiu para a sua entrada no time, ultimamente tem dado mais apoio ao Pascal Wehrlein, inclusive defendendo-o enquanto esteve lesionado. Não à toa, com a notícia, Ericsson se fez de surpreso, mas apoiou o time, enquanto o alemão revelou que recebeu uma ligação da agora ex-chefe, falando sobre o assunto, lamentou o acontecimento e a agradeceu por todo o seu trabalho e apoio.

Monisha exerceu a função desde o final de 2012 e, quando começou seu trabalho de forma mais independente em 2013, fez uma temporada até razoável, mas inferior ao que foi no ano anterior. Dali pra frente, a coisa desandou e do final de 2014 para o início de 2015, houve muita confusão em relação a contratos de pilotos - até que apareceu Giedo van der Garde brigando na Justiça e etc. Em 2015 deu uma melhorada, para 2016 ser pior e agora, em 2017, tem sido OK. Melhor do que ano passado, pelo menos, já está.

Particularmente, embora não a achasse lá excelente, a noticia não me agradou. Ela é melhor do que muitos. Principalmente se for por causa de picuinha de piloto que não entrega bom desempenho, mas tem patrocinadores por trás. Porém foi legal ver a única chefe de equipe mulher trabalhando. Até mais e boa sorte no futuro, Monisha.


Página do AutoblogPV8 no Facebook: https://www.facebook.com/Autoblogpv8

Um abraço!

Porsche: entre WEC, Formula E e Fórmula 1

As montagens desse cara são demais, né?
Começa-se a falar mais em Porsche na Fórmula 1, pois a montadora foi convidada para a próxima reunião da FIA sobre motores para a categoria, como aquela que já aconteceu, da qual inclusive Audi, Alfa Romeo e Ilmor participaram.

Ou seja, pode nem ser como time de fábrica, mas sim tão somente como fornecedora, como até já foi no passado.

No último final de semana, a montadora alemã alcançou mais uma vitória nas 24 Horas de Le Mans. Salvo engano a sua terceira consecutiva. Mas com uma mudança no regulamento para os próximos anos, não é certeza que continuem no certame.

Assim, a Fórmula 1 pode ser uma opção, inclusive podendo retomar uma antiga parceria (que resultou no tricampeonato de Niki Lauda em 1984), com a McLaren, farta da Honda.

Recentemente a Porsche ainda falou sobre a possibilidade de entrar na Formula E.


Página do AutoblogPV8 no Facebook: https://www.facebook.com/Autoblogpv8

Um abraço!
Paulo Vitor

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Fórmula 1 2017 - GP do Azerbaijão - Informações


A Fórmula 1 volta à Europa para a próxima etapa que, aliás, não se chama mais GP da Europa, mas sim GP do Azerbaijão mesmo.

Disputado nas apertadas ruas de Baku, capital do país, o circuito possui atualmente a maior reta do calendário da categoria. Bom para quem tem motores Mercedes-Benz, principalmente.

Atualizações (22/06):

- Para este GP, a FIA vai experimentar dar a bandeira azul quando a diferença entre os pilotos estiver dentro de 1 segundo;
- A Haas irá levar "spotters", isso é, pessoas posicionadas estrategicamente ao longo do traçado, informando a posição de outros carros.


Programação (horário de Brasília):

Sexta-feira: 1º Treino Livre às 06h00, e 2º Treino Livre às 10h00;
Sábado: 3º Treino Livre às 07h00, e Classificação às 10h00;
Domingo: Corrida às 10h00.


Mapa do circuito:


Página do AutoblogPV8 no Facebook: https://www.facebook.com/Autoblogpv8

Um abraço!

Peugeot traz novo 3008 ao Brasil


Esqueçam aquela minivan ou crossover, sei lá. A nova geração do 3008 é um SUV, e chega ao Brasil por R$ 135.990 na pré-venda (depois vai beirar os R$ 140 mil), em uma única versão, importada da França. Foi apresentado pela Peugeot ontem.


Esta é a versão Griffe, equipada com motor 1.6 THP (turbo), que gera 165 cv de potência e 24,5 kgfm de torque (obs: não é flex), acoplado ao câmbio automático de 8 marchas. Traz ainda controles eletrônicos de tração e de estabilidade.


O interior lembra até um carro conceito, não? Ele virá equipado com quadro de instrumentos digital, central multimídia com tela de 8 polegadas sensível ao toque (ou touchscreen), compatível com sistema Apple e Android e base de carga para smartphone, direção elétrica, ar-condicional dual-zone digital, bancos de couro com ajustes elétricos, massageadores e aquecimento, teto solar, faróis LED e por aí vai.


Página do AutoblogPV8 no Facebook: https://www.facebook.com/Autoblogpv8

Um abraço!

MotoGP 2017 - Crutchlow continua na LCR através da Honda


Por mostrar muito bom serviço, Cal Crutchlow teve seu contrato renovado com a LCR por mais dois anos. Agora, porém, com um detalhe: o novo vínculo não é direto com a equipe, mas sim com a Honda, da qual a LCR é cliente. Isso significa que a parceria continua e aconteceu assim porquê a marca gostou do piloto, que trabalhou bem no desenvolvimento de peças para a moto.


Página do AutoblogPV8 no Facebook: https://www.facebook.com/Autoblogpv8

Um abraço!

ePrix de São Paulo aparece no calendário da próxima temporada da Formula E



Hoje a categoria divulgou seu calendário provisório para a próxima temporada, de 2017/18 e o que aparece para o próximo mês de março é... o ePrix de São Paulo! Mas notem o asterisco, ou seja, ainda não há uma confirmação absoluta.


Página do AutoblogPV8 no Facebook: https://www.facebook.com/Autoblogpv8

Um abraço!

terça-feira, 20 de junho de 2017

Fórmula 1 2017/18 - Rumor: Williams junto com a Honda


Olha, não acredito nada nisso, mas para depois não falarem que eu não falei e a coisa se concretizar... Ontem alguns portais europeus apontaram que a Williams pode trocar a Mercedes-Benz pela Honda como fornecedora de motores em 2018. Desde abril esses rumores de motores estão dando o que falar.

Tal parceria já aconteceu no passado e inclusive foi a que deu o tricampeonato ao Nelson Piquet em 1987, assim como dois títulos de construtores. Mas só porquê já deu tão certo antes, não quer dizer que isso vá se repetir. A McLaren que o diga.

A propósito, a rival de Woking dá cada vez mais sinais de um fim da parceria com os nipônicos, para voltar aos motores alemães. Caminho inverso ao da escuderia de Grove, se é que realmente irá fazê-lo. Pois para quê trocar o melhor motor pelo pior? Não faz sentido. E a equipe nega isso.

A Williams pode até ter piorado seu rendimento de 2015 pra cá, tendo tido um ótimo primeiro ano com a Mercedes em 2014. Mas com certeza essa queda não foi devida ao motor.

Desses rumores todos, até então, o único que já é certo é que pelo menos a Sauber irá correr com o motor da Honda a partir do ano que vem, o que no caso até compensa, visto que usam o de 2016 da Ferrari. O time suíço ainda se mostrou disposto a estreitar a parceria.


Página do AutoblogPV8 no Facebook: https://www.facebook.com/Autoblogpv8

Um abraço!

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Calendário da Fórmula 1 em 2018



A FIA divulgou hoje o calendário da temporada 2018 da Fórmula 1, já definido.

O GP do Brasil continua, é claro. Alvo de tantas especulações ano passado, de que sairia da categoria. O que sempre duvidei que fosse acontecer e, ainda mais agora sem Bernie Ecclestone, nem vale mais a pena relembrar.

As maiores novidades são as voltas do GP da França e do GP da Alemanha. que foi excluído este ano.

Serão um total de 21 etapas, com direito até a três finais de semana consecutivos. Confiram todas as datas abaixo:


25 de março: GP da Austrália, no circuito do Albert Park, em Melbourne.
08 de abril: GP da China, em Xangai.
15 de abril: GP do Bahrein, em Sakhir.
29 de Abril: GP do Azerbaijão, nas ruas de Baku.
13 de maio: GP da Espanha, em Montmeló, no Circuito da Catalunha.
25 de maio: GP de Mônaco, no circuito de rua em Monte Carlo.
10 de junho: GP do Canadá, em Montreal, no Circuito Gilles Villeneuve, na Ilha de Notre Dame.
24 de junho: GP da França, no Circuito Paul Ricard, em Le Castellet.
1º de julho: GP da Áustria, no Red Bull Ring, em Spielberg.
08 de julho: GP da Inglaterra, em Silverstone.
22 de julho: GP da Alemanha, em Hockenheim.
29 de julho: GP da Hungria, em Budapeste, no circuito de Hungaroring.
26 de agosto: GP da Bélgica, em Spa-Francorchamps.
02 de setembro: GP da Itália, em Monza.
16 de setembro: GP de Singapura, no circuito de Marina Bay.
30 de setembro: GP da Rússia, no circuito do parque olímpico de Sochi.
07 de outubro: GP do Japão, em Suzuka.
21 de outubro: GP dos Estados Unidos, no Circuito das Américas, em Austin, no Texas.
28 de outubro: GP do México, no Circuito Hermanos Rodríguez, na Cidade do México.
11 de novembro: GP do Brasil, no Autódromo Internacional José Carlos Pace, em Interlagos, São Paulo.
25 de novembro: GP de Abu Dhabi, no circuito de Yas Marina, nos Emirados Árabes Unidos.


Página do AutoblogPV8 no Facebook: https://www.facebook.com/Autoblogpv8

Um abraço!

domingo, 18 de junho de 2017

WEC 2017 - 24 Horas de Le Mans - Corrida


Le Mans é imprevisível e cruel. Como dizem, não se escolhe vencer Le Mans. Le Mans escolhe você.

Parecia que esse ano era da Toyota, quando tudo começa a dar errado na mesma hora e, quando pensam que a vitória caiu no colo de determinado carro da Porsche, poucas horas antes do fim, outra reviravolta acontece e aquele outro carro alemão que parecia fadado ao fracasso, surge como vencedor.

Contando melhor o que houve, a primeira fila era dos nipônicos. Uma classificação com direito a novo recorde no circuito, quebrado depois de décadas por Kamui Kobayashi. E quase até a metade da corrida, tudo parecia certo. Vez ou outra as posições eram invertidas, na pista ou nos boxes. A Toyota não largava o osso da liderança de jeito nenhum.

De repente a 11ª hora de prova, já que estamos falando de uma equipe japonesa, vamos fazer analogia com o mangá/anime Shingeki No Kyojin/Attack On Titan: primeiro o TS050 #8 de Sébastien Buemi sofreu o ataque do Titã Colossal, com superaquecimento dos freios, que pegaram fogo, mas o suíço conseguiu levar o carro aos boxes; depois Kobyashi com o ataque do Titã Encouraçado, sofreu com a embreagem dando problemas e teve que deixar o #7 pelo meio do caminho de la Sarthe. Não lembro ao certo quando, mas mais ou menos por aí, o #9 da Toyota também abandonou.

Devo lembrar agora que horas antes, o Porsche #2 já havia sido dado como derrotado, fazendo reparos nos boxes. Assim como os mecânicos da Tropa de Exploração (ainda uma referência ao anime) foram consertar o #8. Enquanto isso, o 919 Hybrid #1 da Porsche herdou a liderança. Parecia que seria uma vitória tranquila. Pois praticamente este vinha sendo o único sobrevivente da classe LMP1. Mas só parecia mesmo. Na 21ª hora, ficou pelo caminho. Então o #2, que voltou horas depois, atrasado, ficou com a vitória, com Timo Bernhard, Earl Bamber e Brendon Hartley. O #8, dos líderes do WEC, também conseguiu voltar à pista e foi o 2º e último colocado de sua categoria.


No geral, o pódio foi um pouco diferente: um LMP1 e dois LMP2 completando os outros degraus. Vencedor da segunda divisão de protótipos, o time de Jackie Chan, com Ho-Pin Tung, Thomas Laurent e Oliver Jarvis, conseguiu superar a Rebellion de Nelsinho Piquet, Mathias Beche e David Hansson. O outro LMP1 sobrevivente foi apenas o 9º no geral.

Atualização (19/06); irregularidades foram descobertas no #13 da Rebellion na inspeção pós prova, que com isso, perde o pódio. O carro tinha uma parte customizada que facilitava os reparos numa parte que eventualmente poderia ser problemática.

André Negrão, Pierre Ragues e Nelson Panciatici, com o Alpine A470 #35 da Sighnatech, fecharam o top 5 geral e ficaram em 4º em sua categoria.

Continuação da atualização: assim, o Alpine de Negrão mencionado acima herda o pódio, e a Jackie Chan DC Racing consegue uma dobradinha.

O Dallara #29 da Netherlands, de Rubens Barrichello, Jan Lammers e Frits Van Eerd teve problemas, terminando em 14º no geral e 12º em sua categoria. Da mesma forma, o Oreca 07 Gibson #31 da Rebellion também sofreu pra lá da metade da prova, até então como forte candidato ao pódio. Mas Bruno Senna, Nicolas Prost e Julien Canal acabaram em 17º no geral e 15º na LMP2.


Se a primeira vitória de um brasileiro não aconteceu na LMP2, veio na GTE-Pro e com um estreante. A categoria com disputa acirradíssima do início ao fim, viu o Vantage #97 do time de fábrica da Aston Martin se sair vencedor, sem sofrer com maiores problemas e tendo excelentes performances de Daniel Serra, Jonatham Adam e Darren Turner. E foi com direito a ultrapassagem sobre um Corvette na última volta!

Atualização e correção: perdão, pois houve Jaime Melo Jr., em 2008 e 2009.

De quebra, fazendo uma dobradinha, tivemos Pipo Derani, ao lado de Andy Priaulx e Harry Tincknell, no Ford GT #67 da Ganassi. Seus companheiros do #68, Tony Kanaan, Dirk Müller e Joey Hand, chegaram em 23º no geral e 6º na categoria.

Finalmente, na GTE-Am, a vitória foi da JMW Motorsport, com uma Ferrari 458 Italia GT2 #84, pilotada por Robert Smith, Will Stevens e Dries Vanthoor.

O brasileiro que disputava nesta classe, Fernando Rees, com o Corvette C7.R #50 da Larbre Competition, cravou a pole position e liderou um bom número de voltas. Mas em algum momento, ele, Christian Philippon e Romain Brandela tiveram problemas. Mas completaram a corrida. Ficaram em 15º na GTE-Am e 49º no geral.


Página do AutoblogPV8 no Facebook: https://www.facebook.com/Autoblogpv8

Um abraço!

sábado, 17 de junho de 2017

Billy Monger anuncia volta às pistas e põe 24 Horas de Le Mans como meta


Que garoto forte e determinado é esse Billy Monger. É admirável. O piloto sofreu um grave acidente de F4, mas logo de cara já havia dado sinais de que queria voltar às pistas. E agora já sabemos quando isso irá acontecer.

Billy acompanhando as 24 Horas de Le Mans no paddock do circuito de la Sarthe e, em entrevista ao lado de Frédéric Sausset, piloto tetra-amputado que completou a última edição da prova, anunciou um projeto em que irão trabalhar juntos no desenvolvimento de pilotos portadores de deficiência, mirando a participação na tradicional prova de endurance em 2020.

Isso é perfeitamente possível. Além do próprio Sausset, temos como exemplo Alessandro Zanardi, que até venceu uma corrida no final do ano passado. Até lá, muito trabalho de reabilitação e adaptação será feito, para que o garoto volte a pilotar em novembro, na etapa do VdeV, categoria de endurance, no Estoril, em Portugal.


Página do AutoblogPV8 no Facebook: https://www.facebook.com/Autoblogpv8

Um abraço!

Um carro elétrico em Le Mans?


Ainda não será neste final de semana que veremos isto, mas pode já acontecer no ano que vem.

Inscrevendo-se no regulamento "Garagem 56", para carros que trazem alguma inovação tecnológica, a Panoz Racing quer colocar seu GT-EV nas 24 Horas de Le Mans, possivelmente até próxima edição do evento.

Trata-se, como já deixei claro, de um carro totalmente elétrico que, quase de hora em hora, faria seus pit-stops para troca de baterias, e que tem tração nas quatro rodas. Apesar da "cara" de protótipo, deve ter performance mais parecida com a de um gran turismo.

E não duvidem da capacidade de Don Panoz realizar isto. Ele já esteve por trás, por exemplo, do DeltaWing em 2012. Só que não depende apenas dele, mas também do WEC.


Página do AutoblogPV8 no Facebook: https://www.facebook.com/Autoblogpv8

Um abraço!

sexta-feira, 16 de junho de 2017

NASCAR Cup Series 2017 - Hendrick renova com Johnson


Determinação para se tornar o maior campeão da NASCAR Cup Series, já não faltava. E agora, terá a oportunidade também, embora isso já fosse esperado. Atual detentor do título, com um total de 7 canecos, Jimmie Johnson teve seu contrato renovado com a Hendrick Motorsports por mais três temporadas, juntamente com o patrocínio da Lowe's.


Página do AutoblogPV8 no Facebook: https://www.facebook.com/Autoblogpv8

Um abraço!

Porsche mira na Formula E



Agora é a vez da Porsche dar as caras no certame elétrico, e isso já é praticamente dado como algo certo. As partes buscam um acordo e a marca vê o futuro nos carros elétricos. Só não se sabe quando. Mas a cúpula da montadora se reuniu com Alejandro Agag, chefe da categoria. Segundo a Autosport, especula-se que isto aconteça na temporada 2018/19, isto é, sem ser na próxima, na seguinte.


Página do AutoblogPV8 no Facebook: https://www.facebook.com/Autoblogpv8

Um abraço!

Conheçam Lila Kalis




Ken Block que se cuide, porque dentro de alguns anos, terá uma forte rival da saga Gymkhana. Conheçam Lila Kalis, esta garotinha que vira e mexe aparece no feed do Facebook mandando ver no drift com seus carrinhos a bateria.


Página do AutoblogPV8 no Facebook: https://www.facebook.com/Autoblogpv8

Um abraço!

Rumor: uma misteriosa equipe nova na Fórmula 1 em 2018?


Segundo a publicação Auto Motor und Sport, uma nova escuderia pode aparecer no grid da Fórmula 1 já no ano que vem, mas... ninguém sabe quem é.

Agindo sorrateiramente, estão buscando funcionários das outras equipes já estabelecidas na categoria. Pelo menos isso foi confirmado por Christian Horner, chefe da Red Bull, e Ross Brawn já disse que há interessados em entrar no certame.

Especula-se ainda que esta misteriosa equipe já tenha sede em alguma cidade no interior da Inglaterra e é financiada por capital vindo da China.


Página do AutoblogPV8 no Facebook: https://www.facebook.com/Autoblogpv8

Um abraço!

Volkswagen apresenta nova geração do Polo


Depois de um teaser aqui e outro ali, a Volkswagen resolveu apresentar logo a nova geração do Polo, em um evento que aconteceu em Berlim, na Alemanha.

E o que nisso interessa para nós, brasileiros? Bem, o modelo já foi visto em testes por aqui, em terras tupiniquins. Deve chegar ao nosso mercado ainda este ano.


Construído sobre a plataforma MQB compartilhada do Golf, o hatch "incompreendido" (ele não é de entrada, mas também não é o de topo da marca, porém no meio já há o Fox) ficou maior.

Não sabemos com quais motores ele deverá ser oferecido no Brasil, mas eu arrisco dizer que deverá ser o 1.4 TSi de 140 cv, e/ou o 1.6 16V MSI que gera 125 cv de potência. Quanto as opções de câmbio, devem ser manual ou automatizado, de 5 ou 6 marchas.


Na Europa, as opções são o tricilíndrico aspirado de 1.0L MSI, em versões de 65 cv e 75 cv; 1.0 TSI de 95 cv ou 115 cv; e 1.5 TSI de 150 cv.


É muito provável também que fiquemos carentes do Polo GTI, até porquê já temos o Golf. Já tivemos essa versão antes e não vendeu muito, logo sendo substituído pelo GT, já nos últimos anos antes do modelo sair de linha. Mas na Europa, ele carreca um 2.0 TSI de 200 cv.


Voltando para a nossa realidade, para nós ele não deverá vir com um acabamento tão refinado como visto nas fotos do interior acima. Mas não deve ser muito abaixo disso.

Quanto ao mercado e preços, a Volswagen do Brasil não irá "matar" o Fox, o que quer dizer que o Polo continuará em seu lugar de incompreendido e diminui as chances do GTI, já que ele também não chega ao nível do Golf. Sendo assim, esperem por valores entre R$ 64.000 e R$ 75.000, mais ou menos.


Página do AutoblogPV8 no Facebook: https://www.facebook.com/Autoblogpv8

Um abraço!